domingo, 16 de junho de 2019

the one where you stop being homophobic


Heyo, beautiful and special people!
This is a letter to the ones who need to change.

Fellow humanos, 
Antes de mais, quero que leiam isto com calma. Não estou aqui para a impor a minha visão sobre o assunto, i'm just sharing it. Sooo pls let's be respectful. Também quero que entendas que i'm still learning about this, por isso i might say coisas que não estão 100% corretas. Se o fizer, I'll take that back. Por isso, do not come at me, please. If you do acabas como a miss keisha.

O mês de junho, como já deves ter reparado, é a altura do ano em que os gays estão por todo lado. Seja na rua, outdoors, televisão, etc. Provavelmente isso não acontece tanto em Portugal, mas vamos fazer de conta. Tal como eu já o fiz, deves estar a questionar-te sobre o porquê de isto acontecer. Well, it's called Pride Month. Algo tão ou mais antigo que tu, caso tenhas a minha idade ou por aí. 

Este mês serve para se celebrar aquilo que se é, todo o trabalho que foi e ainda tem que ser feito, serve para celebrar aqueles que já estão fora do armário e os que ainda não tiveram coragem para abrir a porta. Serve para celebrar aqueles que lutaram e lutam pelos nossos direitos, sem esquecer aqueles que partiram devido à ignorância de muitos. Overall, celebrar tudo. Incluindo os heterossexuais que trabalham para o alcance da igualdade. Tudo isto começou back in 1970, um ano depois dos Stonewall Riots. What's that? Na altura, era normal a polícia fazer patrulhas em bares gays e discotecas. Algumas dessas patrulhas acabavam em violência, como foi o caso do dia 28 de junho de 1969. Daí se celebrar o pride em junho. É importante lembrar nomes como Marsha P. Johnson e Brenda Howard.


pic from business insider

Durante esta altura do ano, mais do que nunca, há uma grande exposição de pessoas lgbtq+. As marcas, e estou a falar das que realmente querem fazer a diferença, trabalham com queer people, criando campanhas onde lhes dão visibilidade e aproveitam para promover os seus produtos. Normalmente escolhem personalidades influentes e cabum... Visibilidade. In other words, dar a conhecer a comunidade lgbtqia+ de forma natural. Sim, a visibilidade é super importante. Ela não se fica só pela publicidade. Séries, filmes, livros, etc... Go check for yourself se quiseres saber mais. Para além de tudo isto há as conhecidas Pride Parades.

E agora fazes aquela pergunta que irrita toda a gente, "mas porquê que os heterossexuais não têm um?". Acho que depois daquilo que disse é fácil de chegar a uma resposta. Pessoas lgbtqia+ sofrem aquilo que um heterossexual nunca terá que sofrer (espero eu) por amar alguém. Porquê? Porque tu tens direitos que te protegem e não estás na situação em que milhões de pessoas estão. Não tens que viver no impasse de a qualquer momento seres morto por amar quem queres amar. Não tens que ouvir bocas quando passas na rua, de mãos dadas com a tua cara metade. Não chegas a casa pisado por demonstrares afeto ao teu parceiro. Há 195 países onde pessoas lgbt são mortas por fazerem isso, onde não têm quaisquer direitos. Chocante? Yap, it is. Imagina seres tu. 

É por isso que pessoas heterossexuais não precisam de um mês como este. Apoiem-nos, lutem connosco e juntem-se a nós. Not that difficult. Por isso, se alguma vez te questionares sobre isso de novo, lembra-te dos teus direitos. Lembra-te das vítimas do Stonewall, ou do Pulse. Lgbtq+ people também são humanos e não merecem morrer porque são algo "desconhecido". 

(Caso não saibas, lgbtq+ é a sigla para lésbica, gay, bissexual, transsexual, queer e tudo o resto que por aí anda. We all beautiful e não queremos nada mais do que viver a nossa vida).


Continuando, vamos falar um pouco da tal visibilidade. É extremamente importante, porque ela diz-te que não estás errado e sozinho. Ajuda-te a perceber que não tens que ter medo de seres o que és. Óbvio que para ti pode ser difícil de entender o conceito, visto que sempre estiveste representado. Desde que nasceste, a heteronormatividade dominou a tua vida. Por isso, i get you. Aquilo que não entendo é o facto de serem contra a visibilidade dos outros. Hoje em dia, a comunidade lgbt está presente em filmes, séries, novelas, desenhos animados, etc... E aquilo que certas pessoas fazem é contestar, afirmando que é uma forma de impor algo. O que não é de todo verdade. O facto de uma personagem ser gay ou transsexual não te vai fazer a ti ou ao teu filho "virar" do nada. Acredita que que o casal de lésbicas que apareceu, durante 30 segundos, no "À procura de Dory", não é o culpado. So keep that in mind e stay with me on this one: Quando vês desenhos animados de animais do nada passas a ser um urso? Não! Pessoas homossexuais que viram conteúdos heterossexuais a vida toda são hetero, por causa disso? Não! Exactly! Não faz sentido nenhum usares esse argumento. 

Acho que não custa muito tentar perceber as coisas, ser racional e pensar também nos outros. Vamos deixar a heteronormativade um pouco de lado. Ser homosapiens* isn't a bad thing e isso nem te devia passar pela cabeça. É que estás a magoar e reprimir alguém ao pensar dessa forma e atirar esses pensamentos para o ar. E, para mais, quem é que quer saber da orientação sexual de um desenho animado? Se isso te incomoda... mate, maybe you should rethink it, maybe és homofóbico. E, meus irmãos, homofobia não é opinião e ser homofóbico isn't something em que devias ter orgulho.
*if u know this, ily.

Well, estamos a meio do post. Por isso vamos invocar os espíritos da respiração e take a breath. Se estás a concordar com o que estou dizer, good. Se não estás... good na mesma, but let's keep that to ourselves - Deep breath - Quero relembrar que não estou aqui para impor nada. A próxima parte do post é muito subjectiva. Tudo o que vou dizer a seguir está relacionado com as pesquisas que fiz. Com isto quero dizer que pode estar tudo errado ou tudo certo... we don't know. A internet is a big world. That said, se estiver errado irei corrigir-me e educar-me too. let's move on. 

Now, let's talk about religious people. Tenho sempre muitas dúvidas em entender a relação de certas pessoas religiosas com o mundo. Porque tudo é errado tirando o que lhes importa, mas well. We ain't here to spill the tea. First, gostaria de saber a razão de não conseguirem argumentar algo sem a introduzir a expressão "mas na bíblia diz", mas I guess i'll never know the answer. Nem a minha mãe me conseguiu explicar, and she does that from time to time.

Depois de ter lido a bíblia, quando tinha os meus 14 anos, percebi que muita gente a usa para se defender do que tem medo, ou para, de certa forma, proteger os seus argumentos. Algo que é errado... Lá tudo tem um contexto específico. Don't get me wrong, mas a razão pela qual as pessoas acreditam que a homossexualidade, ou outras coisas, é errada aos olhos de Deus, assenta no facto de não haver conhecimento no livro sagrado. Which means, que estão a falar sem saber: 1- porque realmente nunca a leram; 2- porque ouviram alguém dizer. Uma coisa é discordar de algo, porque sim. Outra é arranjar argumentos que não compreendem e fazer de conta que se adequa à situação.

A bíblia não fala sobre a homossexualidade como algo que já nasce, ou não, com o ser humano, pois nessa altura ninguém sabia o que orientação sexual. Há, sim, referências sobre o comportamento sexual entre pessoas do mesmo sexo e sexos opostos. Ambas têm consequências negativas, todas elas relacionadas com violência, adultério, adoração de ídolos, etc. Continuando, há uma outra coisa importante a ser dita. Pelo que percebi, e se estiver errado I'll take that back, não havia uma palavra para homossexual ou homossexualidade, visto que essas palavras só ganharam a conotação sexual a partir do século XX, quando psicanalistas, or wtv, começaram a entender a sexualidade e as suas orientações. Para mais, pessoas homossexuais sempre existiram. Até os pinguins, tho. E tu não vês um urso a odiá-los or something. Indo mais longe quem inventou as palavras heterossexual e homossexual foi Karl-Maria Kerthbeny, um romancista.

Para terminar com esta parte, porque já estou cansado e a colocar mais effort nisto do que num trabalho da faculdade, vamos dizer em conjunto que a sexualidade é um gift do vosso deus. Aquilo que é realmente condenável é não sermos consistentes e fiéis com o nosso amor, sexualidade e orientação para connosco e para com a pessoa que supostamente se ama. Gosh, that sounds cheesy. Maybe it is important to add, que a bíblia é um conjunto de textos bastante antiquado para a nossa sociedade, visto que evoluímos enquanto pessoas. Acho que este argumento, por si só outsold os outros todos.


Quero ainda dizer que quando era católico e antes de saber que era homossexual, respeitava e era advocate para os direitos humanos. A melhor parte? Eu era ainda uma criança, ou muito jovem. Por isso, se eu conseguia colocar as coisas em pratos separados, porquê que tu não haverias de conseguir? Not that difficult.

A bíblia na verdade não tem uma opinião accurate sobre o assunto. E mesmo que tivesse/tenha não te deverias guiar por um livro que já sofreu tantas alterações (e refiro-me a tudo, não só à homossexualidade). We shouldn't base ourselves em algo que não sabemos se é real... cause não temos acesso à escritura original. Neste momento é tudo relacionado com interpretações. Cada um tem a sua, obviamente. Esta é a minha. Caso tenhas a tua e ela difira desta, it's okay. Todos temos perceções diferentes das coisas, so yah.

Um facto interessante, para acabar com este tema, é que, como deves saber, há vários livros sagrados ao redor do mundo e nem todos dizem a mesma coisa. Keep that in mind too. E eu deveria ter isso em mente too, porque o que estou a dizer pode ser errado se analisarmos as escrituras de outra região. Soooo Peace and Love gente, Peace and Love! Espero que todas as estas conclusões ajudem any lgbtq+ community member a come to terms com a sua relação com a religião, caso tenhas acreditado naquilo que a sociedade has been telling you. Por isso love your god and do your thing, if u want.

In case you hate religious people, don't do it. Em primeiro nem toda a gente é igual e se existe um deus ele não tem culpa daquilo que fazemos. A igreja humana é a culpada. Para não te enervares just think que a bíblia é uma hipérbole. É um livro onde se exagera enquanto se conta a história de quem já viveu. I think it is easier that way.

Para terminar cause i'm tired e a ficar com sono, só queria dizer para não julgares alguém que é um pouco menos masculino que tu. Cause, tho!!! Where's the point of that? Sentes-te melhor por fazeres isso? Masculinidade frágil e tóxica não atraem ninguém, e now i'm saying this to the gays too. Qual é o problema de alguém ser um pouco mais feminino? Exato, não há problema nenhum... so mind yo business. E, a reminder, ser afeminado não significa que se é gay *wink wink*.
And the final phrase *drums playing in the back*: u are kinda supporting homophobia se alguém o for e não fizeres nada em relação a isso. Podes não ser, mas se não és, porque não educar a pessoa que o está a ser? Opah, eu sei que social interactions não são fáceis para toda a gente e que por vezes não temos paciência para pessoas com palas, mas at least try it. Nem que seja para te sentires como um herói, but do it.

As someone once said in a song "shade never made anybody less gay", soooo stop judging people. Ninguém escolhe ser gay, bi, trans, hetero, wtv. Nasces assim and you gotta accept yourself e os outros. Goddam, love everybody. Quem é que escolhe fazer parte de uma minoria? Nobody. Apesar de isto ir contra o que referi, de aceitar a tua opinião independentemente do que ela for, bitch nahhhh. Enquanto ser humano tens a obrigação de respeitar e aceitar todas as pessoas. Just like we do with you. E não há mas nem meio mas. It is the way it is. A mesma coisa para crentes. Se és tão devoto why you playing your god like that? Amem-se uns aos outros como ele disse and stop the non sense. Agora que estou mais calmo, thanks for coming to my ted talk.

Se chegaste até aqui, e não me estás a odiar, quero que saibas que i actually adore you. Yap, I do. Dou-te o devido valor por estares a ler algo que vai contra tudo o que pensas e espero que isto te ajude a deixar de ser uma pessoa com a mente tão fechada. Caso tenhas chegado aqui e me estejas a odiar por termos opiniões diferentes... i adore you too, menos 50%, mas i do. Lembra-te por favor de beber água para ficares hidratado e que ser lgbtq+ não tem mal nenhum. Stop hating!

RESPECT TRANS PEOPLE <3
See you next time and happy pride month.
with love, me

Share:

1 comentário

© What Pedro Said | All rights reserved.
Blog Design Handcrafted by pipdig