sit down catch up (faculdade, pride, e loving me)

domingo, julho 29, 2018


It's been a while. Já lá vai algum tempo desde que me sento na minha secretária e escrevo um post sobre algo que não envolve marcas. Por isso, decidi aproveitar esta semana, antes das férias para o fazer. A little sit down and catch up, porque por vezes é importante dizermos o que está cá dentro, e já que partilho tudo e mais alguma coisa convosco, why not? Foi isso que me fez criar um blog e são, sem dúvida alguma, os posts que mais gosto tenho em escrever e ler.

Passaram-se 7 meses do ano e ainda falta um pouco para ele terminar. Por um lado parece que nunca mais acaba, mas por outro não quero que isso aconteça porque tenho tanto que ainda quero fazer. E estou tão excited para o que está para vir, que vocês nem imaginam. O meu cérebro parece um novelo de lã que caiu e foi apanhado ao calhas. Está tudo desorganizado, confuso, mas no sítio, if you know what I mean. No sítio, porque eu sei o que quero fazer e sinto-me bem comigo mesmo, mas confuso e desorganizado, porque não sei como o fazer e por vezes a alegria e a self-esteem go a little bit down.



O primeiro ano de faculdade acabou. Finalmente. Foi um ano difícil de superar, mas doesn't that happen with us all? Ter uma nova rotina e colocá-la em prática nunca é fácil. Lugares novos, casa nova, pessoas novas. Viver all by ourselves. Tenho a certeza que sabem como é.  After spending some days crying e outros a rir, as coisas normalizaram e foi possível balançar tudo, de forma a que isto resultasse. De início tudo era complicado e parecia que o mundo ia acabar, mas tenho a dizer que I'm proud of myself. Óbvio que, para certas pessoas a mudança que pela qual tive de passar não é nada e provavelmente pensam que estou a fazer um drama... mas cada um lida com as situações da melhor forma que consegue. Existe muito que posso tirar de positivo desta experiência, principalmente aprender a lidar com a minha ansiedade de uma melhor forma, conviver com pessoas, saber desenrascar-me sozinho e gostar de mim por ser quem sou. Ignorar certos comentários que se ouviam aqui e ali deve ter sido a parte mais difícil. And y'all I really thought that homofobia não existia na faculdade, e que toda a gente era crescida o suficiente para saber manter certos comentários para si, but it didn't happen. 
Moving on. I made some friends. Dos bons. 6 little persons who stood for me e eu para elas. Estivemos juntos todos os dias. Por vezes 24h. I do love them. Acabou. É a única coisa que tenho para dizer. Que venha o 2º ano e que seja ainda melhor, cause I'm absolutely ready for it. I'm sure que vou falar sobre o primeiro ano de forma mais detalhadamente, por isso if u wanna know how it really went, just hold on.

No decorrer do ano I went to pride! O meu primeiro pride! I must say it was overwhelming and beautiful. Provavelmente não vou voltar, é algo em que ainda tenho de pensar, mas gostei. Senti-me bem, pela primeira vez, no meio de tanta gente e ver o apoio das pessoas torna tudo ainda mais especial. Fui a acompanhar uma amiga minha e uma amiga dela. Éramos três pinguins pequeninos no meio do ártico. Um ártico caloroso.
Other thing that I really want to say is that I saw my idols. Sim. Aquela crush de 2010 na jessie j e katy continua, e pela primeira vez vi-as ao vivo. I was so happy. Chorei e ri and I couldn't ask for better. Foi o cumprir de um sonho. E depois disso... Well I'm out here enjoying summer. Sair com as minhas amigas, aproveitar o sol. All that jazz. E damn boys and girls. IV'E BEEN LOVING MYSELF. Nunca na vida me senti tão seguro comigo mesmo e com o meu corpo. I feel good, I feel pretty... Everything. É uma sensação desconhecida para o meu corpo, cause I've never felt comfortable in my own skin. Por isso vou tentar tirar proveito desta sensação.

Love you all and kisses to my readers in Indonesia,
Pedro Terrantez

You Might Also Like

0 comentários