domingo, 3 de dezembro de 2017

A Letter to the small pieces of my Heart | 12 days Inside a Glass 2017

"A cada dia que passava e a cada segredo que partilhávamos a palavra 'melhor' ia ganhando mais sentido junto da 'amiga'. Finalmente percebi o que era ter uma melhor amiga."



É dia 3 de dezembro e isso significa que é dia de mais um post do "12 days Inside a Glass". Hoje trago algo mais chill and emotional. Ly all.

Seria estúpido e estranho se depois de tantas cartas não escrevesse uma para aqueles que são mesmo,mas mesmo muito importantes na minha vida. Eles, neste caso elas, estiveram sempre a meu lado. Não faria qualquer sentido não ter no blog uma carta para as minhas melhores amigas (porque melhores amigos... não há. Né?). O orgulho que sinto por elas e o brilho que aparece nos meus olhos sempre que as vejo ou falo delas é impossível de explicar em palavras, but I think I can do it.



Queridos pedacinhos do meu coração,

Não sei como começar esta carta. Existe tanta coisa para dizer e ao mesmo tempo nada é importante, porque tudo o que fazemos é indecente ahaha. Provavelmente este é o post que mais me está custar a escrever. Não porque é díficil, mas porque estou a falar de pessoas muito importantes para mim e não quero de nenhuma maneira tirar-vos o brilho e o mérito que têm e merecem ter. Não estou a escrever isto só porque sim, mas porque quero que o mundo conheça as 6 maravilhosas almas que eu tenho na minha vida.

Já vos conheço a todas muito bem para poder escrever o que eu quiser sobre vocês. Algumas de vocês estão comigo desde o infantário, outras desde que nasci, praticamente, e outras entraram na minha vida um pouco mais tarde, mas isso não vos tira nada. Vamos esquecer esse tempo de infantário em que comíamos papel e bocados de borracha, para nos focarmos no momento que nos fez ser aquilo que somos hoje. Voltemos, assim, até ao nosso 10º ano. Foi aí que as nossas cars se cruzaram seriamente e decidiram que seríamos amigos para a vida, e por mais cliché que pareça, nada nos poderá separar. Foi na nossa primeira aula de macs, numa terça feira, ao segundo tempo da manhã, que olhei para o meu lado e para trás e reencontrei a cara das pessoas que me acompanharam durante todo o meu infantário. E, ainda, uma rapariga que para mim era nova, pois o tempo que passamos juntos não foi muito. São elas a Ana, a Inês e a Sara. Mal eu sabia que ia começar aí uma nova aventura e que mais tarde seríamos os melhores amigos de uma vida. Como a Sara estava comigo desde sempre não tivemos problema em falar, mas com a Ana e a Inês foi mais difícil, porque já não as via desde criança.

É neste momento que a Sara entra em ação e vira a rainha do baile. Ela virou-se para elas e disse "O nome dele no facebook é Pedro Lovato Terrantez". Fez-se um silêncio, devido ao nome absurdo que escolhi durante o meu tempo de fã, mas logo se quebrou com umas risadas. E de repente saí da rapariga com caracóis um "Gostas da Demi? Eu e a Inês gostamos do Justin". Fiquei extremamente contente, pois eram as primeiras pessoas que conhecia fora da internet que gostavam de música tanto como eu e se consideravam fãs, neste caso adotavam o nome do fandom - elas eram beliebers e eu lovatic. Demorou cerca de dois meses para que estivéssemos juntos nos intervalos, mas quando aconteceu conheci outra pessoa fantástica -A Cris Tiana. Mal nos vimos percebemos que íamos passar os intervalos a dançar ao ritmo das baladas dos nossos ídolos. Foram estas 4 cabritas que me fizeram gostas do Justino Bieberão, do Chão Mendes e dos 5SOS. Agradeço-lhes por isso, por a partir daí ainda nos tornámos mais próximos.
Falar de séries, red carpet, música e discutir quem era o melhor cantor passou a ser a nossa vida 24/7.  Algum tempo depois, já confiávamos uns nos outros e foi como se aquele tempo em que estivemos separados não tivesse existido. Começaram as sleepovers, as idas ao shopping e restaurantes, de onde éramos quase expulsos, as idas à praia durante a noite e as primeiras bebedeiras. A cada dia que passava e a cada segredo que partilhávamos a palavra 'melhor' ia ganhando mais sentido junto da 'amiga'. Finalmente percebi o que era ter uma melhor amiga (neste caso 4 ahahha).


"Afinal a amizade é achar as coisas mais estúpidas, normais e insignificantes, as mais importantes."

Ainda me lembro do dia em que a Ana foi seguida pelo Justin no twitter, e ficamos eufóricos, quando a Inês se atirou para o shawn da sala de aula porque o mesmo tinha acontecido e a minha felicidade quando o Shawn Mendes me segui, a mim, no twitter. O tempo de fã foi sem dúvida o mais stressante e desafiante das nossas vidas ahaha. O facto de termos passado por isto e mais coisas juntos, fez-nos o que somos hoje. Andar nas escadas rolantes ao contrário, cair no meio da rua, perder autocarros e comboios juntos, quase ser atropelados, e ficar a dever dinheiro uns aos outros e muito mais... Afinal a amizade é achar as coisas mais estúpidas, normais e insignificantes, as mais importantes. Como se costuma dizer "O que a ESAOF junta, ninguém separa".
Pouco a pouco fomos percebendo que éramos feitos uns para os outros e que provavelmente a amizade não ia acabar. Depois de 1001 discussões, meses sem falar e muito mais, continuamos aqui. Strong AF.

No 11º ano, chegam mais duas pessoas. Elas já estavam lá, mas entraram na minha vida. Uma delas, a ritona aka Rota ou Rita, já a conhecia. Vizinha da minha querida avó, éramos amigos desde pequenos, mas nunca tínhamos sido tão próximos como somos agora. A outra, a matrafona rainha do peixinho aka Sofá ou Sofia, acabava de entrar na minha, humilde, triste e pobre vida. Criamos uma amizade que nos permitiu partilhar as crushs, insultos e ter inside jokes tão boas que choramos de tanto rir. Os anos foram passando e, hoje em dia, continuamos a ser os mesmos amigos que éramos no início, mas com uma forma diferente de encarar a vida e a quilómetros de distância.

Estou a divagar um pouco e não o quero fazer. Não estou aqui para dar a conhecer as nossas aventuras, mas sim aquilo que cada uma de vocês é, e o porquê de terem o título de 'melhor amiga'. Todas vocês, merecem tudo o que eu possa e não vos possa dar. Apesar de toda a gente dizer que as suas amigas são as melhores... isso é mentira porque as minhas para além de serem as melhores são As melhores e as melhores amigas. 


"não quero saber das imperfeições delas. É para isso que estamos aqui. Para abraçar as nossas imperfeições e aprender a amá-las."

As minhas melhores amigas são as pessoas mais verdadeiras, carismáticas, amorosas, inspiradoras, lindas, engraçadas, fiéis, amigas e perfeitamente imperfeitas, mas não quero saber das imperfeições delas. É para isso que estamos aqui. Para abraçar as nossas imperfeições e aprender a amá-las. Por mais cliché e ewww que isto seja, sem elas eu não seria o que sou hoje ou se calhar não era nada. Foram elas que me ensinaram que não há mal em ser gay e que isso é totalmente normal, e quem pensa o contrário é mais tolo que eu. Foram elas que me ensinaram a amar o meu corpo, quando eu não conseguia e o mais importante de tudo: Foram elas que me aceitaram antes de tudo e de todos. Foram elas que me abraçaram no dia 26 de fevereiro quando cheguei à escola sem vontade de sorrir.

Quando me pergunto o porquê de ter orgulho nelas, a resposta que tenho é o facto de elas terem um bom coração. Nem toda a gente faz o que elas fazem por mim. Para além de passarem vergonhas comigo, elas estão sempre lá para me defender quando alguém me critica por ser gay. Estão sempre lá para me levantar quando não tenho forças, para me fazer rir quando tudo o que quero é chorar. É graças a estas estrelas, que, hoje, tenho coragem de sair à rua sem medo de ser julgado, lutar por aquilo com que me identifico e dizer com orgulho que sou um homem gay e que não há nada de errado com isso. São elas que me incentivam todos os dias a inspirar pessoas através das minhas palavras, tal como elas fazem comigo.
Perdê-las ou perder uma delas seria a pior coisa do mundo. A importância que dou a cada uma delas é tão grande que não pode ser explicada. E não pensem que estou a desmerecer a minha família. Eu gosto muito dela, mas antes de eles estarem lá elas estavam primeiro.





Não é muito normal, hoje em dia, encontrar alguém que te odeie tanto que te ame. É impossível encontrar alguém com que eu possa partilhar a minha loucura, tal como partilho com elas.
 A carta está a chegar ao fim e antes que acabe quero vos dizer mais umas coisas.
Quero agradecer-vos por me fazerem rir todos os dias, por me fazerem chorar com um vídeo de uma cabra a comer uma goma. Por me fazerem chorar de saudades e por nunca perdermos o contacto. Por pararmos as nossas vidas, porque é mais importante estarmos juntos que estar a estudar para termos um bom futuro, pois a amizade é mais importante que qualquer estatuto social e o nosso futuro profissional ahaha jk. Por chamarmos nomes uns aos outros e rir quando alguém diz que é lindo ou chama lindo ao outro, mas se alguém dizer que é feio vai parar ao hospital com a porrada que leva. Obrigado pelas pausas entre os risos que nos fazem rir ainda mais e chamar a atenção de todos. Obrigado por me deixarem entrar nas vossas famílias. Obrigado por partilharem os vossos problemas comigo e me deixarem ser o vosso ombro para chorar. Obrigado por criarem memórias comigo. Obrigado por cairmos na rua e fugirmos ao revisor, obrigado por sairmos de casa 5 minutos antes do comboio partir, mesmo vivendo a 20 minutos da estação. Obrigado por me deixarem ser o vosso único e o primeiro amigo gay. E o mais importante: Obrigado por serem as minhas meninas!

Só mais uma coisa! Cada uma de vocês é linda, perfeita, corajosa, suficiente e muito mais do que aquilo que pensam que são. Eu sei que muitas vezes é difícil acreditarem em vocês e perceberem aquilo de que são capazes. Sempre que isso acontecer eu vou estar aqui para acreditar. Não entrem em pânico por causa dos testes. Vocês são capazes de fazer tudo o que quiserem. Sou e vou ser sempre o vosso fã número 1. E não se esqueçam que não precisam de um homem. Vocês não precisam de um homem para se sentirem bem convosco próprias, vocês não precisam de um homem para se sentirem válidas e especiais. São vocês que mandam no vosso corpo e ele é lindo e perfeito, tal como é. Não deixem ninguém dizer-vos o contrário. Y'all are fudging strong and independent women.





Inês: minha estrelinha. és uma inspiração para mim e tudo aquilo que te foi retirado vai ser compensado noutras coisas. és forte e preciosa. ly cochona

Ana: minha guidinha, ma girl. tu és boa o suficiente e acima de tudo és linda. lembra-te disso todos os dias. you gooo queen

Cristiana: my little flashlight. "I got all I need when I got you and I". és corajosa e lembra-te sempre disso. não desistas dos teus sonhos e não deixes que uma pedra te faça tirar o sapato. pode magoar, mas vais ficar mais forte. ly versace

Sara: minha linda, fofa, amiga desde o infantário! que posso dizer sobre ti? carinhosa, amiga e preocupaste muito. Não te esqueças que és linda e que consegues fazer o que quiseres.

Sofia: Contigo ou barco anda ou afunda. é uma honra viver a minha vida contigo nele. não stresses por causa da faculdade honey. és fantástica, inteligente, etc. ly lots captain, my captain

Rita: A vizinha das vizinhas. a casa do povo. a pessoa mais adorável e simpática que alguém pode conhecer, mas quando se metem com os seus, vira víbora. Vai correr tudo bem e vai ser desta irmã.ly lots.

Acho que já chega! Só para acabar. Gosto muito de todas vocês e obrigado por estarem aqui para me aturar todos os dias 24/7. Amo-vos ma girls!


Love you all,
PeZ
Share:

Sem comentários

Enviar um comentário

© 2018 What Pedro Said | All rights reserved. Blog Design Handcrafted by pipdig