domingo, 15 de outubro de 2017

Life Update: 18 anos | 2º semana em Coimbra | LGBTQI+ ( HOMOSSEXUALIDADE)

"PESSOAS SÃO LIVRES DE AMAR QUEM QUEREM, SÃO LIVRES DE SER O QUEREM E COMO QUEREM! SER GAY, LÉSBICA, TRANSSEXUAL, BISSEXUAL, QUEER, GENDER FLUID,... NÃO É CRIME E NÃO É PECADO. TAMBÉM NÃO É UM ESTILO DE VIDA. É UMA ORIENTAÇÃO SEXUAL E DEVE SER RESPEITADA. DA MESMA FORMA QUE EU SOU OBRIGADO A RESPEITAR E A ACEITAR A HETEROSSEXUALIDADE DOS OUTROS, OS OUTROS SÃO OBRIGADOS A ACEITAR E RESPEITAR OS LGBTQI+ !"


Faz hoje 3 dias que fiz 18 anos. Para uns uma grande conquista e motivo de festa com todos os conhecidos e bebidas à mistura, e para outros um aniversário como todos os outros, onde se saí com os amigos mais próximos e passa-se um bom momento. Eu sou uma mistura dos dois. A data tem alguma importância. São 18 anos! A partir de agora sou um adulto e tenho responsabilidades acrescidas para com a sociedade, e não só para comigo como até agora. A partir deste momento tenho uma voz ainda mais importante. Se dantes já tinha responsabilidades, agora ainda tenho mais. Tenho o dever e o direito de lutar pela minha geração e pelo mundo em que vivo. Pode parecer que nada muda, mas no fundo a mudança existe sempre. Sou eu que pago a casa, que faço as minhas compras e sou eu que faço a gestão do dinheiro que recebo, quer da minha família, quer do meu blog. Por um lado estou feliz por os fazer, porque a fase de deprimência e nostalgia desapareceu, mas por outro quero que eles vão embora. Quero voltar a ser criança e não ter responsabilidades, mas tudo vem por bem.

Em relação a fazer 18 anos num dia de aulas, em Coimbra? Foi estranhamente bom, pois percebi qual é a sensação de estar sozinho num dia importante da nossa vida. E na verdade não foi assim tão mau. Recebi os parabéns normalmente. Quer dos familiares, quer dos amigos, quer daqueles desconhecidos do facebook. Na Universidade, também o fizeram. Foi reconfortante saber que tenho alguém ao meu lado e que não estou sozinho. Queriam-me cantar os parabéns, mas envergonhado como sou, lá os proibi. E é isto que tenho a dizer sobre fazer 18 anos.


Agora falando um pouco da minha vida aqui em Coimbra. Tenho sobrevivido. Quando andava nos escuteiros, fazia o mesmo. Sobrevivia, mas tinha sempre alguém ao meu lado que me fazia rir e me sentia confortável. Para já, e aqui em Coimbra, apenas sobrevivo. Apesar de haver pessoas fantásticas na minha turma, ainda não tive a coragem de lhes dizer olá e se não forem eles a fazê-lo ... Vocês sabem. Posso dizer que tenho 4 amigas, ou conhecidas neste caso. A Catarina, a Jéssica, a Melissa e a Maria. Todas elas parecem ter cabedal para serem minhas amigas e me aturarem durante 3 anos, mas vamos com calma. Em relação a rapazes? Meh. Até agora existe o João e o Pedro. Nada demais. Apenas umas conversas online, mas espero que isso saia do ecrã para a vida real.

Mudando de assunto e agora falando de coisas mais sérias. O provável é mais daqui a umas semanas eu publicar um post só sobre este assunto. Vamos falar sobre LGBTQI, mais precisamente os gays ou homossexuais, que são os que mais visibilidade têm nos media. Ultimamente as pessoas LGBTQI têm sido alvos de ameaças, torturas e muito mais... Desde o que aconteceu, e provavelmente continua a acontecer, no Chechenia, passando pelo Brasil, onde a homossexualidade, é agora considerada uma DOENÇA E QUE DEVE SER TRATADA, e acabando no Egipto que tem seguido os passos de muitos países com a adoção de comportamentos homofóbicos, prendendo pessoas que revelam ser não heterossexuais. O mais interessante é que o governo do país deixa que este tipo de coisas aconteça, mesmo sem estar explícito na lei que a homossexualidade é proíbida.
Eu não quero tornar o meu blog num governo ou sequer arrastá-lo para a veia política, mas vou fazer de tudo para que a minha comunidade não seja magoada. São milhares de pessoas, que todos os dias são mortas por amarem alguém. Isto, porque existe alguém algures no céu que não permite a homossexualidade, ou transsexualidade, ou o que quer que seja. Por isso vamos esclarecer uma coisa! Em nenhum lugar da Bíblia está escrito que um homem ou mulher não podem mudar de sexo, ou que um homem não pode amar um homem, tal como uma mulher não pode amar uma mulher. Está sim escrito que o Homem é feito para Mulher, mas também está escrito que nos devemos amar uns aos outros, amar o próximo e não nos metermos na vida dos outros (que na realidade é um pecado, mas
ninguém quer saber porque não lhes cheira). Não estou a criticar o deus de ninguém porque todos sabemos que quem criou toda esta controvérsia foi o Homem, porque o medo fala mais alto. Não me vou alongar muito mais porque quero fazer um post apenas sobre este assunto.

Quero apenas reforçar que as PESSOAS SÃO LIVRES DE AMAR QUEM QUEREM, SÃO LIVRES DE SER O QUEREM E COMO QUEREM! SER GAY, LÉSBICA, TRANSSEXUAL, BISSEXUAL, QUEER, GENDER FLUID,... NÃO É CRIME E NÃO É PECADO. TAMBÉM NÃO É UM ESTILO DE VIDA. É UMA ORIENTAÇÃO SEXUAL E DEVE SER RESPEITADA. DA MESMA FORMA QUE EU SOU OBRIGADO A RESPEITAR E A ACEITAR A HETEROSSEXUALIDADE DOS OUTROS, OS OUTROS SÃO OBRIGADOS A ACEITAR E RESPEITAR OS LGBTQI+ !


Love you all,
PeZ









Share:

Sem comentários

Enviar um comentário

© 2018 What Pedro Said | All rights reserved. Blog Design Handcrafted by pipdig